Magazine Imagens Alemanha

MAGAZINE
imagens turísticas

ALEMANHA
Füssen



Slide Show

manual automático COMENTÁRIOS

Nesta cidade termina a Rota Romântica, um encantador percurso de 460 km iniciado em Würzburgo.

Situação geográfica

Füssen, a cidade mais alta da Baviera, fica situada a 808 metros acima do nível do mar.

Esta urbe, localizada perto da fronteira com a Áustria, é banhada pelo rio Lech, um afluente do Danúbio com 264 Km de extensão. A sua nascente localiza-se no estado austríaco de Vorarlberg, onde o rio brota a partir do lago Formarinsee, nos Alpes, a uma altitude de 1.865 metros.

Se desejar dirigir-se a esta cidade por via aérea, poderá utilizar diversos aeroportos de passageiros com voos regulares e charter. Os mais próximos situam-se em Memmingen (a cerca de 75 km), Innsbruck (a cerca de 110 km), Friedrichshafen (a cerca de 120 km) e Munique (a cerca de 160 km).

Alguns momentos marcantes na história de Füssen

As origens de Füssen remontam ao tempo dos Romanos. Conhecida em latim por Foetes, ficava situada no percurso da Via Claudia Augusta, uma estrada com cerca de 700 km mandada construir, por volta do ano 50 da nossa era, pelo imperador Cláudio. Esta via ligava, através dos Alpes, o norte de Itália com Donauwörth, na Baviera. A Reichenstrasse, a principal rua de Füssen por onde atualmente só passam peões, segue o traçado dessa via romana.

Em finais do séclo V, o forte romano existente em Füssen foi evacuado.

Em 748, Magno, um missionário de St. Gallen , mais tarde reconhecido como um santo, teria estado nesta cidade, tendo aqui criado uma célula religiosa que estaria na origem do Benediktinerkloster St. Mang (em português: Mosteiro Beneditino de São Magno), a ele dedicado, construído no século VIII.

A partir de 1313, a abadia e a cidade passaram a pertencer aos bispos de Augsburgo.

Entre 1486 e 1505, os bispos do príncipe de Augsburgo construíram o Hohes Schloss (em português: Castelo Alto) na parte alta da cidade medieval. O antigo castelo gótico tardio tornou-se a residência de verão dos senhores religiosos.

A 10 de julho de 1546, a Füssen católica foi ocupada por um conjunto de cidades da Alta Alemanha lideradas pelo protestante Sebastian Schertlin von Burtenbach.

A época aurea de Füssen ocorreu no início do século XVI, quando o imperador Maximiliano I e sua corte a visitaram quase 40 vezes.

A destruição provocada pela Guerra dos Trinta Anos originou uma uma quebra profunda para o florescente comércio que vinha sendo praticado em Füssen. Esta região voltaria a recuperar o poder económico que detinha, mas muito lentamente.

Entre os séculos XV e XVIII, Füssen ganhou grande notabilidade devido à existência nesta cidade de fabricantes de violino e alaúde. Aliás, a primeira empresa de fabricação de alaúdes na Europa foi aqui fundada em 1562.

Atualmente, Füssen e a região envolvente vive essencialmente do turismo. Nas suas imediações fica o Schloss Hohenschwangau (em português: Castelo do Grande Condado do Cisne) e o Schloss Neuschwanstein1 (em português: Castelo do Novo Cisne de Pedra), sendo este último o monumento mais fotografado de toda a Alemanha.

Clima

.

O mês mais frio em Füssen é janeiro, com uma temperatura média de -1,5º e o mais quente é julho, com uma média de 16,13 ° C. No inverno chove pouco, ao contrário do verão, em que a chuva é frequente.

Durante o inverno, um manto de neve cobre praticamente toda a cidade, chegando, inclusivamente, a gelar os lagos que a circundam.

Füssen no Cinema

A estação ferroviária de Füssen assim como as suas ruas centrais e campos circundantes serviram de cenário para o famoso filme A Grande Evasão, que relata a fuga de prisioneiros aliados de um campo de concentração durante a II Guerra Mundial.

Notas

1 Para obter imagens e uma descrição relativa ao Schloss Neuschwanstein (em português: Castelo do Novo Cisne de Pedra), clique AQUI.

Imagens de Füssen

Hotel Luitpoldpark na Prinzregentenplatz (em português: Praça Príncipe Regente)

Entre os dois edifícios da direita, inicia-se a Reichenstraße (em português: Rua Rica), artéria pedonal de Füssen

Edifícios na Kaiser Maximilian Platz (em português: Praça Imperador Maxiliano)

Hotel Hirsch, na Kaiser Maximilian Platz

Edifícios na Kaiser Maximilian Platz

Edifícios na Kaiser Maximilian Platz

Museu da Cidade (em primeiro plano), Mosteiro Beneditino de São Magno (em segundo plano) e Castelo Alto (em terceiro plano)

Reichenstrasse, rua pedonal de Füssen. Ao fundo, observa-se a torre do Benediktinerkloster St. Mang (em português: Mosteiro Beneditino de São Magno)

Reichenstrasse, rua pedonal de Füssen. Ao fundo, observa-se a torre do Hohes Schloss (em português: Castelo Alto) na parte alta da cidade medieval.

Reichenstrasse

Stadtbrunnen (em português: Fonte da Cidade)

Stadtbrunnen

Lechhalde

Heilig-Geist-Spitalkirche, uma igreja histórica com uma colorida fachada rococó

Museu de Füssen

rio Lech

rio Lech

rio Lech