Início Busca Magazine Início Magazine

MAGAZINE
História



As 5 capitais de Portugal ao longo da sua história

Nenhum documento oficial institui Lisboa como capital de Portugal.

Ao longo dos seus quase 900 anos de existência, Portugal teve várias capitais, todas elas ligadas ao facto de o rei e sua corte aí viverem. Após a queda da Monarquia, o Presidente da República, o Governo e o Parlamento passaram a desempenhar igual papel.

Guimarães é considerada, por alguns historiadores, a primeira capital de Portugal, embora na altura o futuro país ainda fosse um condado. À medida que o território nacional se foi estendendo para sul, a residência oficial da corte foi mudando, passando Coimbra a desempenhar o papel de capital, por nomeação oficial de D. Afonso Henriques quando se assumiu como Rei de Portugal.

Em 1255, o Rei D. Afonso III resolve mudar-se para Lisboa, que, pela sua situação estratégica, se havia tornado na mais importante cidade do País, em parte devido ao facto de possuir um excelente estuário onde podiam aportar todos os tipos de navios de mercadorias.

Lisboa, passa, assim, a ser, até aos nossos dias, capital de Portugal, sem nunca ter havido necessidade de a declarar oficialmente como tal. No entanto, em termos históricos, esse papel continua a pertencer a Coimbra, já que a declaração de D. Afonso Henriques nunca foi extinta.

Como referimos atrás, a cidade onde a família real residia era considerada, para todos os efeitos, a capital do País. Sendo assim, quando, durante as invasões francesas, a corte se deslocou para o Rio de Janeiro, essa urbe assumiu o papel de capital de Portugal. De igual modo, Angra do Heroísmo, nos Açores, torna-se, de facto, a capital do país por duas vezes: de 5 de Agosto de 1580 a 6 de Agosto de 1582, por D. António I de Portugal aqui ter estabelecido o seu governo; e entre 1830 e 1833, por a rainha D. Maria II de Portugal se ter refugiado nesta cidade durante a Guerra Civil Portuguesa disputada entre liberais e absolutistas.

Recapitulando, podemos afirmar que Portugal (incluindo o Condado Portucalense) teve, ao longo da sua história, cinco capitais: Guimarães, Coimbra, Lisboa, Rio de Janeiro e Angra do Heroísmo.




TOPO