Magazine Efemérides

MAGAZINE

Efemérides do dia 10 de setembro



Portugal reconhece a independência da Guiné-Bissau

A 10 de setembro de 1974, Portugal reconhece solenemente a independência da República da Guiné-Bissau.

O PAIGC havia declarado unilateralmente a independência da Guiné-Bissau a 24 de setembro de 1973, tendo a mesma sido reconhecida pela ONU a 26 de outubro do mesmo ano.

Morte de Agostinho Neto
Nasceu a 17 de setembro de 1922

A 10 de setembro de 1979, morre, em Moscovo, António Agostinho Neto, primeiro presidente de Angola.

Agostinho Neto havia nascido 57 anos antes, tendo concluído, em Luanda, os estudos Secundários no Liceu Salvador Correia, após o que embarca para Portugal, a fim de ingressar na Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra. Nesta cidade, é um dos fundadores da secção da Casa dos Estudantes do Império, da revista Movimento e do grupo Vamos Descobrir Angola, que dá origem ao Movimento dos Jovens Intelectuais de Angola. Na Universidade de Lisboa, para onde se transfere, continua, clandestinamente, a sua atividade no seio da Casa dos Estudantes do Império. É preso pela PIDE, polícia política de Salazar, e deportado para a prisão do Tarrafal, em Cabo Verde. Tendo fugido para o exílio, assume a direção do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA).

Após o movimento militar de 25 de Abril de 1974, Portugal concede a Independência a Angola, tendo Agostinho Neto sido o primeiro presidente deste novo país.