Portal > Conteúdos > História > Efemérides > 10 de Dezembro

Dia anterior

Dia seguinte

E F E M É R I D E S

10 DE DEZEMBRO

1616 – Morre, em Goa, o historiador português Diogo de Couto

A 10 de Dezembro de 1616, morre, em Goa, o historiador português Diogo de Couto. Na sua passagem pela Ilha de Moçambique, em 1569, encontra Camões endividado e sem dinheiro para voltar. Juntamente com outros amigos, disponibiliza o regresso do nosso épico a Lisboa. Foi incumbido por Filipe I de prosseguir a escrita das “Décadas” de João de Barros. Escreveu, também, orações congratulatórias e comemorativas, o relato do naufrágio da Nau S. Tomé (História trágico-marítima) e o Diálogo do Soldado Prático.


1938 – Inauguração das comunicações radiotelefónicas entre o Continente e o Funchal

A 10 de Dezembro de 1938, o Ministro das Obras Públicas e Comunicações, inaugura, no seu gabinete, as comunicações radiotelefónicas entre o Continente e o Funchal.
Fonte: Diário de Notícias n.º 26166, de 11-12-1938, p. 1 e 6

Para o regime nacionalista e colonial implementado em Portugal, uma boa rede de comunicações constituía um eixo estratégico para as ligações entre todo o espaço territorial português (Continente, Açores, Madeira e territórios ultramarinos) e o resto do mundo. A Companhia Portuguesa Rádio Marconi, constituída a partir de contrato de concessão celebrado entre o Governo português e a Marconi Wireless Telegraph Company Limited, iniciou o serviço de comunicações radiotelefónicas, em 1937, estabelecendo ligações directas com diversos destinos: com Londres, a 16 de Agosto; com Berlim, a 27 de Agosto; com Ponta Delgada, a 1 de Setembro; com Paris, a 14 de Outubro. Através da ligação Lisboa/Berlim era possível, ainda, estabelecer ligações indirectas com outros países europeus.


1940 – Quantos são os portugueses?

Distribuição da população em Portugal - 1940 (mapa da escala de 1:500 000), Autor: Orlando Ribeiro, Ano Publicação: 1951 (esgotado)

Na noite de 10 para 11 de Dezembro de 1940, todos os portugueses do Continente e Ilhas Adjacentes ficam obrigados a preencher os boletins do 8º recenseamento geral de população.
Fonte: O Século n.º 21096, de 11-12-1940, 60º ano de publicação p. 1 e 2



A população do Continente e Ilhas Adjacentes atinge, em 1940, os 7.724.000 indivíduos.


1940 – II Grande Guerra: tropas britânicas e indianas aprisionam vinte mil italianos

A 10 de Dezembro de 1940, de acordo com um comunicado oficial oriundo da cidade do Cairo, mais de vinte mil italianos são aprisionados pelas tropas britânicas e indianas que se encontram a operar no Egipto, tendo sido capturadas enormes quantidades de material de guerra.




Fonte: O Século n.º 21098, de 13-12-1940, 60º ano de publicação, pp. 1 e 2


1940 – II Grande Guerra: Que o mundo saiba; suceda o que suceder, a Alemanha sairá triunfante desta guerra!

A 10 de Dezembro de 1940, durante uma visita aos operários de uma fábrica de armamento, Adolfo Hitler afirma: «Que o mundo saiba; suceda o que suceder, a Alemanha sairá triunfante desta guerra!».
Fonte: O Século n.º 21096, de 11-12-1940, 60º ano de publicação p. 1 e 5



Felizmente, o mundo não permitiu que este prognóstico nazi se concretizasse.


1941 – II Grande Guerra: afundamento dos navios “Repulse” e “Prince of Wales”

Navios Prince of Wales e Repulse sob ataque japonês, a 10 de Dezembro de 1941

A Rádio Tóquio anuncia que, às a 10:30 do dia 10 de Dezembro de 1941 (primeiras horas da madrugada em Portugal), os navios “Prince of Wales” e “Repulse” foram atingidos por aviões japoneses ao largo de Malaca. O “Repulse”, que desloca 32 000 toneladas, afundou-se imediatamente. O “Prince of Wales”, embora tenha adornado sobre bombordo, tentou escapar-se, mas, às 14:50, foi atingido em cheio e também ele se afundou.
Fonte: Diário de Lisboa n.º 6844, de 10-12-1941, 21º ano de publicação p. 1

Mais de 2 000 homens das guarnições dos dois navios salvaram-se.
Fonte: Diário de Lisboa n.º 6845, de 11-12-1941, 21º ano de publicação p. 1


1948 - Declaração Universal dos Direitos Humanos

A 10 de dezembro de 1948, foi aprovada e proclamada, na Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), a Declaração Universal dos Direitos Humanos.




Texto da Declaração Universal dos Direitos Humanos


1984 - Convenção conta a tortura e outros tratamentos ou penas cruéis, desumanos ou degradantes

A 10 de Dezembro de 1984, é adoptada. pela Resolução 39/46 da Assembléia Geral das Nações Unidas, a Convenção conta a tortura e outros tratamentos ou penas cruéis, desumanos ou degradantes.




Texto da Convenção das Nações Unidos contra a Tortura


Dia anterior

Dia seguinte