Portal > História > Acontecimentos do ano 1965                        


Acontecimentos do ano 1965


 1965

24 de janeiro

Morte de Sir Winston Churchill      Nasceu a 30 de novembro de 1874

No termo de uma agonia de nove dias que comeveu o mundo, morre, em Londres, a 24 de janeiro de 1965, Sir Winston Churchill, estadista e historiador britânico.

Fonte: Diário Popular n.º 8003, de 24-01-1965, p. 1 e 15

Por ocasião do 90º aniversário do seu nascimento, o Diário de Lisboa havia escrito: «O [seu] nome tem significado universal e, em toda a parte, se invoca como um símbolo. Sem ele, seria diferente o destino dos povos». O mesmo jornal vespertino informava que, nesse dia natalício, Sir Winston Churchill havia recebido um número «record» de 60 000 telegramas, cartas e bilhetes com votos de felicidade.

Fonte: Diário de Lisboa n.º 15073, de 30-11-1964, p. 1 e 14

4 de fevereiro

Ocorre, nas Ilhas Rata, um dos mais violentos terramotos do século XX

A 4 de fevereiro de 1965, ocorre, nas Ilhas Rata, um dos mais violentos terramotos do século XX. O Diário de Lisboa deste dia refere que o abalo teria atingido entre 7,6 e 8 na escala de Richter. O NOAA - National Ocean and Atmospheric Administration afirma que o terramoto deste dia atingiu 8,7 referindo, ainda, que, neste mesmo ano, estas ilhas sofreram outros dois abalos significativos: 7,6 em 30 de março e 6,5 em 2 de julho.

Fonte 1: Diário de Lisboa n,º 15136, de 04-02-1965, 44.º ano de publicação, p. 1 e 16
Fonte 2: NOAA - National Ocean and Atmospheric Administration

As ilhas Rata são um arquipélago do grupo das Ilhas Aleutianas, situadas a sudoeste do Alasca. São muito propícias a sofrer terramotos por se encontrarem localizadas na junção das placas teutónicas do Pacífico e da América do Norte.

13 de fevereiro

Assassinato de Humberto Delgado      Nasceu a 15 de maio de 1906

A 13 de fevereiro de 1965, Humberto da Silva Delgado é assassinado pela PIDE, polícia política do Estado Novo. Foi candidato independente às eleições presidenciais de 1956. Questionado sobre qual o destino que daria a Salazar, se fosse eleito, teve a coragem de afirmar: "Obviamente, demito-o".

18 de fevereiro

Salazar profere o discurso "Erros e fracassos da era política"

A 18 de Fevereiro de 1965, Salazar profere o discurso "Erros e Fracassos da era política" na tomada de posse da nova Comissão Executiva da União Nacional.

Fonte: Diário de Lisboa n.º 15150, de 18-02-1965, 44.º ano de publicação, p. 1

Este discurso sintetiza a ideologia que presidiu aos destinos de Portugal durante quatro décadas. O Portal da História transcreve-o, acompanhado de um preâmbulo com um esclarecedor enquadramento histórico da autoria de Manuel Amaral.