Início Efemérides

EFEMÉRIDES

Aconteceu a 21 de dezembro de 1805



Morte do poeta português Bocage

A 21 de dezembro de 1805, morre, em Lisboa, o poeta português Manuel Maria de Barbosa l'Hedois du Bocage

Bocage havia naascido em Setúbal, a 15 de setembro de 1765.

Mais conhecido do grande público pelas anedotas em que participa, Barbosa du Bocage foi provavelmente o maior representante do arcadismo lusitano, numa época de transição entre o estilo clássico e o estilo romântico.

O grande sonho de Bocage seria imitar Camões.

Tal como o seu ídolo, viajou para Oriente, tendo estado em Damão, onde ainda hoje permanece em pé a casa que ali habitou, não faltando uma placa alusiva ao ilustre inquilino, como poderá verificar vendo o Documentário DAMÃO NA ATUALIDADE, por nós realizado, que poderá visionar no youtube ou no canal televisivo turístico O Leme TV HD.

Ainda durante a sua vida, foi publicado, em 1971, a 1.ª edição das Rimas e encontra-se colaboração póstuma da sua autoria na revista Ilustração Popular (1884), no semanário Azulejos (1907-1909) e no periódico O Azeitonense (1919-1920).

OLHA, MARÍLIA, AS FLAUTAS DOS PASTORES

Olha, Marília, as flautas dos pastores
Que bem que soam, como estão cadentes!
Olha o Tejo a sorrir-se! Olha, não sentes
Os Zéfiros brincar por entre flores?

Vê como ali beijando-se os Amores
Incitam nossos ósculos ardentes!
Ei-las de planta em planta as inocentes,
As vagas borboletas de mil cores.

Naquele arbusto o rouxinol suspira,
Ora nas folgas a abelhinha pára,
Ora nos ares sussurrando gira:

Que alegre campo! Que a manhã tão clara!
Mas ah! Tudo o que vês, se não te vira
Mais tristeza que a morte me causara.

Bocage

Leia também

LITERATURA

Estamos a reunir, num único local, os artigos sobre Literatura que têm vindo a ser publicados, com regularidade, no âmbito das Efemérides.




TOPO