Início Busca Magazine Efemérides

MAGAZINE
efemérides

Aconteceu a 7 de setembro de 1973



Nascimento de Catarina Martins

A 7 de setembro de 1973, nasce, no Porto, a atriz, encenadora, dramaturga, linguista e política portuguesa Catarina Martins.

Faz a primeira classe em São Tomé, onde os seus pais se encontravam em cooperação e a segunda e terceira classes em Cabo Verde.

Regressa a Portugal com nove anos de idade, passando a viver em Aveiro.

Aos 13 anos, estreia-se num curso de teatro.

Três anos depois, no liceu, representa um monólogo de Bertolt Brecht, texto intenso que exigiu a sua permanência em palco durante 120 minutos.

Enquanto estuda no ensino liceal, junta-se à luta contra a Prova Geral de Acesso.

Com 18 anos, entra na Faculdade de Direito de Coimbra, tendo abandonado este curso a meio do 3º ano.

Posteriormente, conclui a licenciatura em Línguas e Literaturas Modernas na Universidade Aberta e o mestrado em Linguística na Universidade do Porto. Frequenta, igualmente, o doutoramento em Didática das Línguas.

Atriz, encenadora e dramaturga, funda, em 1994, no Porto, a companhia de teatro Visões Úteis, aí desenvolvendo a sua atividade profissional até 2009. É coautora de diversos textos de teatro e do ensaio de dramaturgia Visíveis na Estrada Através da Orla do Bosque.

Dirigente do CITAC, em Coimbra, entre 1993 e 1994 e dirigente da Plateia, associação de profissionais das artes cénicas, entre 2004 e 2009, envolve-se ativamente em movimentos culturais e na defesa da situação dos trabalhadores precários.

Como independente nas listas do Bloco de Esquerda, é eleita deputada à Assembleia da República em 2009, 2011 e 2015.

Adere ao Bloco de Esquerda, integrando a sua direção desde 2010.

Em 2012, juntamente com João Semedo, sucede a Francisco Louçã na liderança do partido.

Em 2014, João Semedo abandona a liderança, por motivos de saúde.

Em 2016, Catarina Martins assume as funções de Coordenadora do Bloco de Esquerda.

No mandato de Catarina Martins, o Bloco de Esquerda, com 10,19% dos votos expressos, alcança, nas últimas eleições legislativas, o seu melhor resultado de sempre, elegendo 19 deputados.

Em Março de 2017, o Jornal Económico considera-a a mulher mais influente em Portugal.

Catarina Martins é casada e tem dois filhos.