Início Busca Magazine Efemérides

MAGAZINE
efemérides

Aconteceu a 27 de junho de 1976



Eleição Presidencial de Ramalho Eanes

A 27 de junho de 1976, o então general graduado Ramalho Eanes é eleito, à primeira volta, Presidente da República Portuguesa, com 61,59% dos votos expressos.

Fonte: Diário de Lisboa n.º 1988 de 28-06-1976, 56.º ano de publicaçãp, p. 1 e seguintes

Toma posse do cargo de Presidente da República a A 14 de julho de 1976.

Fonte: Diário de Lisboa n.º 19102 de 14-07-1976, 56.º ano de publicaçãp, p. 1

Ocuparia este cargo até a 9 de março de 1986, em virtude de ter ganho as eleições para um segundo mandato.

Fonte: Diário de Lisboa n.º 20427 de 09-12-1980, 60.º ano de publicaçãp, p. 1

Breve Biografia

António dos Santos Ramalho Eanes nasceu em Alcains, a 25 de janeiro de 1935.

Frequentou, de 1941 a 1952, o Liceu de Castelo Branco e, de 1951 a 1956, a Escola do Exército. Estagiou, em 1952, no Curso de Instrução de Operações Especiais e frequentou, em 1969, o Estágio de Instrutor de Ação Psicológica no Instituto de Altos Estudos Militares. Posteriormente, cursou Ciência Política e Direito Constitucional na Faculdade de Direito de Lisboa e estudou no Instituto de Psicologia Aplicada.

Foi nomeado alferes em 1957, tenente em 1959 e capitão em 1961. Graduado major em 1970, assume oficialmente este posto em 1973, sendo promovido a tenente-coronel em 1974 e coronel em 1976. Graduado general em 1975, assume oficialmente esse posto em 1976. No ano 2000, rejeitou a promoção a Marechal que lhe queriam atribuir.

Ao serviço do Exército, realizou comissões de serviço na Índia (1958-1960); em Macau (1962); em Moçambique (1964, 1966-1968); na Guiné (1969-1971) e em Angola (1971- 1974) .

A 30 de abril de 1974, integrou a Comissão ad-hoc para os Meios de Comunicação Social; de outubro de 1974 a 11 de março de 1975 foi presidente da Administração da Radiotelevisão Portuguesa; de 6 de dezembro de 1975 a fevereiro de 1976 desempenhou as funções de chefe do Estado-Maior do Exército e, de julho de 1976 a janeiro de 1981, foi chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas.

A 27 de junho 1976, foi eleito, à primeira volta, Presidente da República Portuguesa, com 61,59% dos votos. Desempenhou estas funções de 14 de julho de 1976 a 9 de março de 1986, em virtude de ter ganho as eleições para um segundo mandato.

De 19 de agosto de 1986 a 5 de agosto de 1987, foi presidente do Partido Renovador Democrático.

A 19 de julho de 1987, assumiu o cargo de deputado na Assembleia da República.

De 18 de março de 1986 até à atualidade, tem vindo a exercer o cargo de conselheiro de Estado, incumbência inerente a todos os antigos Presidentes da República.




TOPO