Portal > Conteúdos > História > Efemérides > 4 de fevereiro

E F E M É R I D E S

4 DE FEVEREIRO

  Comemora-se todos os anos nesta data

Dia Mundial da Luta Contra o Cancro

Em todo Mundo, mais de 12 milhões de pessoas são diagnosticadas com cancro e 7,6 milhões morrem da doença. No entanto, 40% dos casos são potencialmente evitáveis. No encerramento da Cimeira Mundial Contra o Cancro, realizada em Paris, foi elaborado e assinado, a 4 de fevereiro de 2000, um documento conhecido por Carta de Paris, com o objectivo de mobilizar esforços e investimentos internacionais no combate a esta doença, tendo essa data sido escolhida pela UICC – União Internacional Contra o Cancro para Dia Mundial da Luta Contra o Cancro.

 1799

Nascimento do escritor português Almeida Garrett      Faleceu a 9 de dezembro de 1854

A 4 de fevereiro de 1799, nasce, no Porto, João Baptista da Silva Leitão de Almeida Garrett, escritor e dramaturgo romântico. Grande impulsionador do teatro em Portugal, para além de ter proposto a edificação do Teatro Nacional D. Maria II e a criação do Conservatório de Arte Dramática, deixou-nos obras imortais como Frei Luís de Sousa, Viagens na Minha Terra e O Alfageme de Santarém. Na última fase da sua vida publicou Flores sem Fruto e Folhas Caídas, duas coletâneas de poesias que introduziram na literatura portuguesa uma espontaneidade e uma simplicidade até então praticamente desconhecida. Foi, ainda, um exímio orador, tendo sido nomeado Par do Reino e secretário de Estado honorário.

 1961

Início da luta armada contra a administração colonial portuguesa

A 4 de fevereiro de 1961, a comunicação social portuguesa recebe, através do Secretariado Nacional de Informação, um comunicado oficial do Governo-Geral de Angola, informando que, na noite anterior, «três grupos de indivíduos armados pretenderam assaltar a Casa de Reclusão Militar da Polícia de Segurança Pública e as Cadeias Civis de Luanda». O Diário de Lisboa, assim como outros jornais, publica esta notícia na primeira página. Ao lê-la, os portugueses estariam muito longe de imaginar que essa revolta, levada a cabo por elementos do Movimento Popular de Libertação de Angola, marcaria, historicamente, o início da luta armada contra a administração colonial portuguesa ao longo de 13 anos, envolvendo movimentos de libertação de Angola, Moçambique e Guiné.

Fonte: Diário de Lisboa nº 13702, de 04-02-1961, 40.º ano de publicação, p. 1

 1965

Ocorre, nas Ilhas Rata, um dos mais violentos terramotos do século XX

A 4 de fevereiro de 1965, ocorre, nas Ilhas Rata, um dos mais violentos terramotos do século XX. O Diário de Lisboa deste dia refere que o abalo teria atingido entre 7,6 e 8 na escala de Richter. O NOAA - National Ocean and Atmospheric Administration afirma que o terramoto deste dia atingiu 8,7 referindo, ainda, que, neste mesmo ano, estas ilhas sofreram outros dois abalos significativos: 7,6 em 30 de março e 6,5 em 2 de julho.

Fonte 1: Diário de Lisboa n,º 15136, de 04-02-1965, 44.º ano de publicação, p. 1 e 16
Fonte 2: NOAA - National Ocean and Atmospheric Administration

As ilhas Rata são um arquipélago do grupo das Ilhas Aleutianas, situadas a sudoeste do Alasca. São muito propícias a sofrer terramotos por se encontrarem localizadas na junção das placas teutónicas do Pacífico e da América do Norte.