Procurar:

 

Portal > Conteúdos > Biografias > Lise Meitner


      27 de 80

As mulheres, no mundo ocidental, vivem mais tempo que os homens, assim o afirmam as estatísticas. Numa sociedade que ainda não soube rentabilizar a sabedoria dos mais velhos, esta é uma boa ocasião para apresentar 80 mulheres com 80 anos ou mais, que deixaram a sua marca na história dos povos. Privilegiámos as portuguesas. Espante-se com a diversidade de actividades que tiveram ou têm, desde os Nobel da Medicina e da Paz, à fotografia, meteorologia, teatro, literatura, desporto, política, moda, música e tudo o mais.


Lise Meitner
(1878-1968)


Química e investigadora austríaca, deu grande glória ao seu país de adopção (Suécia). Pelo facto de ser judia, foi uma das muitas pessoas forçadas ao exílio, como Fritz Lang, Albert Einstein, ou como a matemática Emmy Noether. Lise Meitner, em 1938, partiu para a Suécia, depois da Áustria ter sido anexada pela Alemanha. No seu país chegou a dirigir o Instituto Kaiser Wilhelme. Foi docente da Universidade de Berlim. Estudou e fez investigação com o químico Otto Hahm, que recebeu o Prémio Nobel da Química, em 1944, quando diversas vozes se levantaram, dizendo que o prémio deveria ter sido partilhado pelos dois. Estudou a fusão nuclear. Defendeu o uso da energia nuclear para fins de paz e progresso. Recebeu cinco vezes o doutoramento honoris causa. Concederam-lhe a prestigiada medalha de ouro de Max Plank (célebre físico alemão). As suas investigações despertaram grande apreço pela sociedade científica do Reino Unido, onde viveu e morreu.


Indexar Sítio | Novidades | Sítios mais populares | Modificar Indexação
___
O Leme é uma marca registada portuguesa que se dedica à criação e alojamento de portal para busca de sites
Produzido por JFMF © 2005 Todos os direitos reservados